Cartões de Natal

Nessa época temos várias tradições agradáveis. Trocar cartão é uma delas.

Erika Souza

Olá queridos leitores, tudo bem?

Desculpem-me pela ausência, estive bem ocupada esses dias.

E desmentindo o questionamento de alguns: eu não desisti do blog. Desistir eu? Nã!

Mas, vamos ao assunto do post: Cartão de Natal!

Quando eu era adolescente tinha uma fascinação por cartas, amava a magia de receber coisas pelos correios. E claro que n0 final do ano eu ficava mais feliz ainda, pois, afinal, era o momento de trocar os cartões de natal. Comprava vários modelos, e mesmo enviando para pessoas diferentes em lugares bem distantes sempre tive o carinho de escrever cada mensagem personalizada.

Com o tempo o envio de cartas foi caindo em desuso em os cartões de natal também. Hoje em dia os cartões vêm, geralmente, nas seguintes formas: Institucional (enviado por alguma marca/empresa para seus clientes e parceiros), Recursos Humanos (entregue na empresa aos funcionários) ou junto com o presente do amigo secreto (muita gente nem coloca).

Dia desses me peguei pensando: “Aff, eu gostava tanto de cartões de natal”, e agora eu me pergunto: Quando eu deixei de gostar? Se eu gosto, por que eu não os envio? Pra gente é mais fácil enviar por mensagem eletrônica, não é verdade?

Lembro que num certo ano decorei uma árvore de natal inteira apenas com cartões natalinos recebidos. Hoje olhando os que me enviaram, nenhum está assinado com caneta.

Agora chega de minhas lamentações e vamos para algumas dicas para quem pretende enviar esse mimo, seja para familiares, amigos e pessoas que se tenha algum tipo de relacionamento, amistoso ou profissional.

Se vai enviar para seus clientes, confira com atenção se os dados estão corretos na sua mala direta. Aproveite o momento para levar a mensagem da sua empresa. Cartões de boas festas são excelentes ferramentas de marketing se bem utilizados.

Abuse do bom gosto! Tenha carinho com o papel, qualidade de impressão, detalhes gráficos e todos os itens que farão sucesso no seu cartão.

Nesse momento a mensagem deve ser sucinta e familiar ao perfil do remetente. Leve uma mensagem de cumprimentos, desejos de felicidades e prosperidades pela passagem desse ciclo. Há a tradição de sentimento de renovação com o ingresso do novo ano, por isso as mensagens escritas devem emanar bons sentimentos.

Se for enviar o cartão em nome da sua família, lembre-se de fazer as devidas assinaturas.

Falando em assinaturas, isso é muito importante, pessoas: Mesmo que as mensagens dos seus cartões venham impressas, tenha o zelo de assinar os seus cartões. Diferente do institucional, cartões de natal familiar é algo íntimo, enviado para alguém que você realmente gosta.

carteiroOutro detalhe é que os cartões devem ser trocados nas semanas que antecedem o natal. Como a demanda de troca de correspondência é intensa nesse período, não vai ser legal seus votos de boas festas chegarem no ano seguinte, afinal ainda não trocamos cartões de carnaval.

Para quem vai seguir a facilidade da vida moderna, segue aqui outras dicas dessa social media que tanto vos ama:

A data ideal para postar nas redes sociais é no máximo até dia 23.

Por e-mail sugere-se enviar até o dia 21, pois nos dias seguintes as pessoas podem estar ocupadas demais para ver seu cartão.

Não faça spam. Nem hoje nem nunca.

Então vou ficando por aqui, pois tenho que preparar meus cartões!

Vamos aumentar a conversa? Comente este artigo.